Entrevista

A ação da CIPA na Universidade durante a pandemia

A ação da CIPA na Universidade durante a pandemia

Pela primeira vez um padre assume o cargo de presidente da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA). O diretor do Departamento de Teologia, padre Waldecir Gonzaga, divide a responsabilidade da gestão 2020/2021 com a vice-presidente Daniela Angeli. A CIPA tem como objetivo evitar acidentes, garantir a saúde e segurança de todos no campus por meio de ações como a organização da Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho (SIPAT) que será realizada de 10 a 14 de maio. As palestras serão por videoconferência e, posteriormente, estarão disponíveis no site do ECOA PUC-Rio. Neste momento de pandemia, a equipe realiza reuniões mensais com todos os integrantes por videoconferência para avaliar as necessidades da instituição e planejar as atividades que devem ser executadas.

Como a CIPA consegue alcançar o seu objetivo?
Padre Waldecir Gonzaga:
Ela consegue acompanhando e fazendo mapas de riscos que apresentam falhas e situações dentro da Universidade. A CIPA realiza programas informativos sobre prevenção, como a SIPAT (Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho), com a organização de atividades na área de formação, seja acerca da realidade da própria Universidade ou de temas relacionados à saúde. Temos também a responsabilidade de investigar e inspecionar acidentes.

Qual o plano de ação da CIPA em relação à pandemia?
Padre Waldecir Gonzaga:
Nas duas entradas da PUC- Rio, há um funcionário para aferir a temperatura e espirrar álcool em gel na mão. Não é permitido entrar no campus sem máscara, e dispensers de álcool em gel estão disponíveis em toda a Universidade.
Daniela Angeli: Os cipeiros estão sempre andando pelo campus e, quando identificamos a falta de álcool em gel, entramos em contato com a prefeitura da PUC- Rio e solicitamos a reposição. Isto é imediato. Estamos sempre observando o que está acontecendo dentro do campus.

Qual a participação e a importância de cada subgrupo de atuação da CIPA?
Padre Waldecir Gonzaga:
Temos na CIPA os representantes dos funcionários eleitos e os indicados pelo empregador. Quando dei a ideia dos subgrupos, queria dar protagonismo a quatro grupos dentro da realidade existente na CIPA. A comissão de eventos cuida do site, da SIPAT; o grupo de mapa de riscos visita os departamentos e unidades da Universidade, confere os mapas anteriores e cria novos; o grupo de investigação de acidentes recebe notificações dos acidentes que ocorreram no dia; e o grupo de inspeção realiza a inspeção de algumas realidades dentro da Universidade.

Existe alguma forma de identificação dos integrantes da CIPA que atuam no campus?
Padre Waldecir Gonzaga:
O membro da CIPA usa um bracelete, um bottom e uma máscara personalizada com o símbolo. Ninguém se recusou a usar, pelo contrário, este foi um pedido do pessoal, eu só ajudei a agilizar.
Daniela Angeli: Acho que realmente tivemos que adotar esse critério, até mesmo para podermos abordar os alunos, funcionários e pessoas que transitam pelo campus, e eles saberem que somos da CIPA.

Existe algum meio de comunicação da CIPA para informar as ações e os projetos?
Padre Waldecir Gonzaga:
Tem o site www.puc-rio.br/sobrepuc/admin/vrc/cipa que informa todas as ações, planejamentos, os subgrupos e os membros; o ramal oficial da Universidade, o 1111; e o e-mail institucional cipa@puc-rio.br.
Daniela Angeli: Estamos sempre atualizando as informações no site. Ele tem os tópicos dos projetos e fala sobre a SIPAT.

Compartilhe:
Share on Facebook
Facebook
Email this to someone
email
Compartilhe:
Share on Facebook
Facebook
Email this to someone
email